MÊDA 100 MARATHON 2019

Mêda recebe duelo de gigantes

Mêda recebe duelo de gigantes

A Meda100 UCI Marathon Series é a única prova portuguesa que integra o calendário do principal circuito mundial de maratonas btt. É o quinto consecutivo que recebe a confiança da UCI.

É já no próximo domingo, dia 27 de outubro, que o concelho de Mêda, em pleno planalto beirão, se transforma, uma vez mais, no palco para a discussão de uma prova internacional de btt.

A edição 2019 da Meda100 UCI Marathon Series é organizada pelo Município de Mêda e pelo Mozinho Racing Team e disputada sob a égide da UCI – União Ciclista Internacional, entidade que tutela a modalidade a nível mundial e que, uma vez mais, integrou o evento português entre as provas do mais importante circuito mundial de maratonas btt.

O nível qualitativo da lista de inscritos é enorme, apresentando corredores de França, Bélgica, Roménia, Noruega, Espanha, Brasil e Portugal, que vão elevar a fasquia competitiva da corrida.

A prova internacional masculina terá uma extensão de 95,2 kms, por entre montes, vales e vinhas do concelho medense, num constante sobe e desce, que exige o máximo dos corredores.

Da Bélgica vem um dos principais favoritos ao triunfo final na corrida internacional masculina. Frans Claes já saboreou várias presenças no pódio da prova medense e é, regularmente, um dos ciclistas que luta pelo top 10 do ranking mundial.

Vai medir forças com uma forte armada espanhola, que incluiu Javier Busto, Jorge Padrones, Pedro Villalon, Alberto Alanis, Jacobo Ucha, Trujillo Hernandez, António Casal Rey,  Juan Jose Alvarez e Josep Nadal.

Já de França, apresentam-se à luta Maxime Saonit, Dominique Bercaits e Thibault Sabatier.

A defender a honra lusitana, estarão à partida nomes como os de Pedro Militão, Bruno Sancho, Micael Isidoro, Davide Machado e Filipe Tomás.

Destaque para a primeira participação de sempre de um corredor brasileiro. Ney Marinho trás as cores das terras de Vera Cruz até Mêda.

Estão reunidas as condições ideais para um duelo épico em Mêda, entre os “craques” masculinos.

A prova UCI para as atletas femininas apresenta uma extensão de 78,2 kms. Revela-se, como habitualmente, um “osso duro de roer” para as corredoras que se apresentam em Mêda para lutar pelos pontos e pelo prémio.

A estoniana Maaris Meier apresenta-se como favorita, tendo como principais opositoras a norueguesa Marianne Bergli e as portuguesas Flávia Lopes e Raquel Marques, numa prova em que a capacidade de lidar com um percurso longo e duro, será decisiva.

O Meda100 UCI Marathon Series integra ainda uma prova para corredores não federados, incluídos na categoria OPEN e que disputarão, consoante a sua inscrição, dois percursos diferentes: um de 78,2 kms e o outro com 45,6.

A partida, que será em massa, está aprazada para as 9.30 da manhã de domingo, em pleno coração da cidade de Mêda.

Deixe um comentário